NYC

Little Manhattan

Outro dia eu vi Little Manhattan na tv, já queria ver há um tempo e aproveitei que passou de tarde em um dia tranquilo o filme é tão, mas tão bonitinho que até enjoa, haha, e o figurino da Rosemary é uma graça, apesar dela só ter 11 anos.

Acho que é o único momento do filme que ela aparece em cores frias. Sei que parece muito “combinadinho” ou 11 anos, mas cardigan e camiseta em diferentes tonalidades da mesma cor pode ficar legal (e monocromático tá na moda)

Rosa forte com amarelo ficou tão lindo! A Rosemary está o filme todo em rosa forte, amarelo e laranja e até eu, que não sou de cores fortes, acho lindo.

Calça jeans, camiseta branca, a jaqueta rosa e bolsa amarela. Muito, muito simples, mas fica diferente por causa das cores.

Calça branca e camisa/bata rosa forte, bem fresco, bem charmoso e “quero sair assim verão que vem” (mas de jeans ou short, não pratico calça branca)

Close na camisa, essa gola com a camiseta aparecendo por baixo fica bem legal (e sexy se você tiver mais de 11 anos, haha)

Eu queria mais fotos, ela tem uma infinidade de roupas bonitinhas, mas não encontrei… De qualquer forma ainda volto pra falar do filme.

Anúncios

Coletânea

Pausa no Fashion Rio que tá sem graça pra falar do que eu vi de legal pela internet, yey! (curtinho, porque eu ainda to voltando devagar pra vida social e internética)

Fotos incríveis de Nova York depois da nevasca. São do Hither and Thither, mas eu vi no A Cup of Jo

Espécie de nó no cabelo que eu quero tentar assim que meu cabelo crescer! Do Fashionising, mas eu também vi no A Cup of Jo

Retrospectiva linda da carreira da Anna Karina no Style.com

Vanessa Paradis cantando Week-end à Rome com o Nouvelle Vague!! No blog da Lancôme

Stars

Um pouco atrasado, mas aqui vai o que eu achei de mais legal na internet essa semana… (é que eu já entrei em ritmo de natal, ano novo e essas coisas todas)

A princesa mais legal do mundo, no Tomboy Style

Turbantes! Achei genial pra dia de cabelo ruim na praia, no The Glamourai

Diane Kruger muito fofa no The Cherry Blossom Girl (tem que descer até o fim do post pra ver o vídeo lá)

Roupa muito incrível de toureiro no The Sartorialist (deixando claro que desaprovo touradas, mas posso aprovar trajes tradicionais, ainda mais quando elas tem esse espírito de conto do Hemingway)

Fotos lindas de Nova York

E da Bienal de Arquitetura de Veneza, também no The Cherry Blossom Girl

Nos próximos 10 dias eu vou ficar em dia com meus livros, minhas séries, meu google reader e meus emails não lidos! \o/ Aceito todo tipo de sugestão de coisas legais.

Metalinguagem

Primeira foto feita no museu do Brooklyn, todas as outras feitas no MoMA. Todas tiradas por mim com uma Canon T2i, exceto, óbvio, pela que eu apareço que foi tirada pela minha mãe com a mesma câmera (mãe, você só precisa olhar no buraquinho e apertar o botão *minha mãe expressa toda sua felicidade por finalmente poder olhar no buraquinho).

Eu uso óculos Rai-Ban, vestido Seco (marca fofa de Buenos Aires) e cardigan H&M.

Cabelo Bom (ou o melhor condicionador da vida)

Historinha: eu estava em NY semana passada e passei na Kiehl’s porque a loja é simpática e eu queria um lip balm. Enquanto eu estava na loja acabei vendo um condicionador com óleo de argan (aquele negócio que vai nos produtos da Morrocan Oil e tá super badalado porque hidrata e diminui o frizz e bla, bla, bla) que me deu vontade de testar, uma vez que meu cabelo é um liso, armado com frizz e tudo que envolva “disciplina” parece bom pra ele. Mas acontece que eu nunca pus muita fé na diferença que shampoos e condicionadores fazem na aparência do meu cabelo, assim, eu acredito neles em termos de hidratação e limpeza, mas o efeito final mesmo do cabelo mais ou menos armado, mais ou menos cacheado eu sempre achei que era graças ao finalizador, mousse, ativador de cachos, o que fosse. Aí, tudo isso mais o fato de que custava 19 dólares e eu deixei ele lá.

Mas a Kiehl’s é um lugar de pessoas boas e quando eu fui pagar meu lip balm a moça (muito amor por essa moça!) do caixa perguntou se eu queria uma amostra, eu disse que sim e ela perguntou do que. Aí eu pedi o tal condicionador, crente que ela ia me dar um saquinho daqueles que você só usa uma vez, mas NÃO! Ela me deu uma bisnaguinha tipo tamanho viagem! O que em termos de condicionador é bastante coisa.

Feliz e contente eu voltei pro Brasil e fui testar, lavei com um shampoo hidratante, passei o condicionador, depois usei um ativador de cachos, deixei o cabelo preso em um coque por umas 2 horas e soltei (sim, esse é o procedimento padrão do meu cabelo). E aí quando eu soltei o fenômeno normalmente conhecido como “ele vai soltar e virar o mundo do frizz” não aconteceu! Ele ficou um ondulado bonito, sem volume demais e definido! Melhor ainda foi o dia seguinte, quando ele até desmanchou os cachos, mas continuou brilhante, macio e sem volume!

Ou seja, quando acabar minha amostra eu vou comprar/encomendar pra próxima amiga viajante. Porque vale cada centavo! E a Kiehl’s acabou de ganhar meu amor eterno.

Tem Kielh’s no Iguatemy aqui em São Paulo, mas eu não sei quanto custa lá. Sei que não chega a ser o dobro, mas é um pouco mais caro.