M.A.C

A Tartan Tale

 

Muito amor pelas amigas da minha mãe que viajam e me trazem encomendas! Na verdade, isso tá aqui desde dezembro, mas demorei pra fazer as fotos e mais ainda pra postar, é um conjunto de 4 pigments e um glitter daquela coleção de fim de ano da M.A.C “A Tartan Tale”.

Todo fim de ano a M.A.C faz uma embalagens e kits especiais e os desse ano eram bem lindos com tudo em xadrez. Apesar do kit ser uma edição limitada todas essas cores ainda estão a venda, só que separadas, a vantagem do kit é que você economiza,mesmo a versão de cada pigment sendo menor que o normal, além de ganhar a latinha bonita.

Enfim, pigments são como uma sombra, mas em pó solto bem fininho a maioria bem brihante. Alguns não tem muita cor, mas isso na verdade varia.

As cores da direita esquerda: Naked, Jigs and Jave, Blue Brown, Dark Soul e o último é um glitter a cor é Blackened Red.

O meu kit era o Smokey, que eu suponho que tenha esse nome porque serve pra fazer um olho esfumado, ele tem duas cores claras, duas escuras e um glitter.

Das cores: o Naked é um nude, na minha pele fica mais um iluminador porque não tem cor quase nenhuma, só um brilho, tenho usado muito pra todo dia com rímel levemente exagerado (gosto do Falsies da Maybelline, que sabe-se lá porque, ainda não vende aqui). o Jigs and Jave é um marrom claro meio cinzento/roxeado também muito prático, uso as vezes pra ir jantar ou coisa assim. O Blue Brown é, sério, a coisa mais bonita que eu tenho em termos de maquiagem, é um marrom com uns brilhos azulados, mas que no olho refletem meio furta cor, enfim, é lindo, chique, prático, mas um pouco dramático e eu adoraria um esmalte dessa cor. O Dark Soul é um cinza chumbo com brilhos prateados não muito pigmentad0 (a ironia!) e que serve de ótima opção mais leve pra sombra preta.

O glitter é um marrom avermelhado muito bonito. Faz sujeira, como todo glitter deve fazer, mas eu tenho a impressão de que ele fixa melhor do que o outro que eu tenho, que é da Topshop. Sendo sincera, eu as vezes só ponho o glitter por cima esperando que ele fique, as vezes meleco com gloss transparente de boca mesmo (yey!), se alguém tem uma ideia menos nojenta/mais profissional de como se cola glitter, por favor (enquanto isso vou procurar na internet e se achar faço o post do glitter). Eu normalmente faço um olho normal, com sombra opaca e passo um pouco de glitter pra dar um charme, mas acho que pode ficar bonitinho de se usar sozinho, só com rímel e um batom meio nude.

Foto da latinha (e da rede pra gata não cair) só pra terminar. Enfim, pigments dão um efeito lindo, vem em cores práticas e como (quase tudo) que a M.A.C faz eu acho que vale a pena.

Venomous Villains

Eu devo ser a última pessoa no universo a falar disso, mas eu acho o conceito todo tão divertido que não consigo resistir. Maquiagem das vilãs da Disney! O que eu acho mais legal dessa coleção é que M.A.C assumiu o lado “fantasia” da maquiagem, com coisas que por um lado são usáveis, mas por outro não deixam de ser ousadas.

Eu trouxe o “Dark Deed”, batom da Malévola, que é um roxo meio vinho;  o “Beware, Innocence”, batom da Cruella que é um nude lindo e a “Vile Violet” que é essa sombra roxa da Rainha Má.

Primeiro o Dark Deed:

Batom escuro é sempre difícil de passar e aqui eu passei rapidinho, só pra foto mesmo. Mas uma coisa que me surpreendeu é o quando ele é relativamente fácil, comparado com um outro escuro que eu tenho, do Duda Molinos que é um inferno e borra tudo, acho que é por isso que eu sou tão apegada a M.A.C a fórmula deles é sempre excelente. Enfim, a cor é esse vinho/roxo bonito e o acabamento é Amplified, ou seja, é bem cremoso e intenso e tem esse brilho meio lustroso, que não vem de brilhozinhos no batom, nem nada assim. Pra deixar mais usável, eu as vezes passo uma camada do Myth por cima, assim a cor apaga um pouco e rola usar pra ir no cinema ou coisa assim (só porque eu acho roxo assim uma cor meio de balada ou de inverno).

O Beware, Inocence:

Minha boca é mais rosa que isso tá? O Beware Innocence apaga, mas não tanto quanto o Myth. Eu gosto muito, a maioria das pessoas não diz que você tá usando batom, mas faz uma diferença sim. Só que na verdade, eu sou bem branca, então se você é um pouco mais morena vai ficar mais apagado. O acabamento é cremesheen que eu acho que é o mais hidratante da M.A.C e tem um certo brilho. (obs: acho que desde que eu comprei é o batom que eu mais tenho usado, já to até pensando em quando acabar e eu não vou ter outro porque era edição limitada, mas enfim).

Só por comparação: eu usando o Myth e o Beware Innocence

O Beware Innocence

O Myth apaga bem mais, como eu peguei um pouco de sol ele chegou até a ficar mais claro que a minha pele.

Nota: eu to com bronzer no lugar do blush nas duas fotos, o que evita a cara de quem saiu da tumba! Mas qualquer blush aparecido serve.

Por último a Vile Violet:

É um pouco menos pigmentada do que eu esperaria de uma sombra da M.A.C, mas é linda, linda, linda! E dá um efeito incrível no olho. O acabamento é matte, então ela é bem opaca.