Hole

I want to be the girl with the most cake

A Louise, que já faz um dos meus blogs preferidos, fez uma sessão baseada em Doll Parts do Hole. Achei lindo e achei que capturou bem aquele espírito da Courtney Love dos anos 90, meio beauty queen decadente e depravada que é imageticamente uma das coisas que eu mais gosto no mundo.

Da série: coisas que não tem graça repassar pelo twitter

Anúncios

I fake it so real, I am beyond fake

Eu sou uma fraude. Eu sei que já disse isso aqui 200 vezes e tal, mas é que ontem eu percebi que eu sou uma fraude tamanha que chego até a ter vergonha.

Porque não é que eu seja  uma fraude do tipo que fiz ter visto mais filmes do que viu, ou lido mais livros do que leu ou falar uma língua que não fala. Não. E não é nem que eu exatamente finja, mas eu pareço viver uma vida que não sei bem se é a minha.

Olha só, eu sei tão pouco que só torna minha fraude maior ainda, porque parte importante dela é parecer que eu sempre sei onde estou, ou pra onde estou indo, ou sei lá, que eu sei qualquer coisa da vida. Mas eu não sei. Nem onde estou, nem pra onde estou indo, sei vagamente onde quero chegar, mas isso é toda uma outra história.

Podia dizer que eu sou uma fraude porque saio por aí dizendo que meu vestido é Isabela Capeto, o que é verdade, mas omito que comprei no bazar  e dividi em 6 meses. Mas ainda não é por isso que eu sou uma fraude.

É porque eu sou exatamente o tipo de pessoa que diz que comprou um vestido super barato no bazar da Isabela Capeto, ou “ah, esses sapatos Gucci? Brechó do Brooklyn”, ou que dá dicas de casas de chá super fofinhas em NY. Eu pareço legal, eu pareço não me importar de contar tudo pra todo mundo de onde eu arranjo coisas tão legais, eu pareço preferir achar coisas do que pagar caro por elas e fazendo isso ser super descolada. Taí a fraude.

A fraude é essa menina descolada, que sabe das coisas mais legais ever e se pudesse usava Acne todo dia. E nem é falta de dinheiro/emprego decente, isso é Ramona Flowers way of life é fingir ser Alexa Chung quando no fundo eu não sou. Nem descolada, nem entendida de nada nem it girl de coisa nenhuma.

Só uma fraude que vive parecendo ser infinitamente mais legal do que de verdade é.

I want to be the girl with the most cake
I love it so much, it just turns to hate
I fake it so real, I am beyond fake
And someday you will ache like I ache

[Hole, Doll Parts]

Doll Parts

Essa foi a semana de ouvir álbuns antigos que eu amo, mas tinha esquecido o quanto. Por exemplo, enquanto eu escrevo esse post é o Adore do Smashing Pumpkins, uma das  coisas mais lindas já feitas na música (ia dizer no universo, mas me contive, haha). Smashing Pumpkins colabora no tema de coisas etéreas e íntimas que esse blog anda ultimamente e talvez o que eu gostei na internet essa semana também.

Todo um post (e uma coleção!) inspirado pelo Riot Grrrl!!! No The Style Rookie

Para se despedir do verão… no Souvenirs

Sessão linda e divertida (adoro o contraste do cabelo e do batom da Jane com o fundo azul e como ele combina com o dourado das pulseiras. Adoro azul com dourado) no Sea of Shoes

A camiseta dela tem listras rosas e com paetês, quero agora! (aliás, listras com paetês na Jane também!), no M Loves M

O backstage da Proenza Schouler, uma das minhas marcas preferidas, no Jak & Jill

Tem um panda na roupa dessa menina, que coisa querida. No Hanneli

Post irônico e bem humorado sobre como ser fotografada por um fotógrafo de street-style, no Garance Doré

Anel de band-aid genial no Bleach Black

E uma das moças que escreve lá, super linda. Também no Bleach Black

E pra terminar, modelos saindo do desfile da Dior, ainda com essa maquiagem anos 20, também no Jak & Jill

 

obs: adoro como o tamanho desse post é diretamente proporcional a quantidade de  tempo que eu perco na internet, haha

Use once and destroy

Por motivos de feriado, sono, noitão, troca da cor do cabelo (mostro logo!) e James Franco a semana aqui só terminou hoje. Meu carnaval tem sido basicamente filmes, comida, google reader, Mad Men e a experiência de ser tão loira quanto a January Jones (ou a Gwen Stefani, enfim), sendo assim, links suficientes pro carnaval inteiro:

Domadores capilares! Muito útil pra quem tem cabelo sem forma, tipo eu. No Dia de Beauté.

A Charlotte Rampling era tão linda, mas tão linda quando era nova! No French Cinema

Fotos lindas do catálogo da Complot (uma marca argentina que é das minhas preferidas no mundo), no Tudo Trabalhado no Black

A visão hilária de um homem sobre a semana de moda de NY, no (ótimo!) The Man Repeller

A Kelly anda em uma fase azul (eu também!) e fez um post cheio de inspirações , no The Glamourai

O desfile lindo de uma estilista da semana de moda de Estocolmo (obcecada, eu?) no Styleclicker

 

Tavi (e sua coroa de Courtney Love) demonstra o quão socialmente inadequada ela é (muito me identifico com uma adolescente esquisita fã de Hole e acho a Tavi adorável tá? haha), no Style Rookie.

Obs: meu cabelo tá da exata cor do da Courtney Love na capa dessa Dazed and Confuse, muito amor!

E porque eu e a Tavi somos almas gêmeas musicais, uma homenagem a PJ Harvey, também no Style Rookie

Hello Kitty pra Vans é a ideia mais genial dos últimos tempos! No Refinery 29

E por último um mini David Bowie (já pode adotar essa criança?), também no Tudo Trabalhado no Black