Anna Karina

Manifesto

Eu acho que eu devia escrever mais por aqui. Pronto falei.

Na verdade, eu sempre fui uma pessoa que escreveu muito: em todos os blogs que tive antes desse, em diários, até meu fotolog (aquilo lembra? que ficou pra trás em 2004, pré-história das redes sociais?) era mais sobre o que eu escrevia do que sobre as imagens que eu postava, além disso, eu tagarelo infinitamente no twitter e devo perder followers constantemente. No fundo o único lugar virtual onde eu calo a boca é no Tumblr, e por aqui de certa forma.

Acontece que um dia eu acorde e todos aqueles textos metafóricos e fluídos e bonitos tinham ido embora. Assim, tipo… puft. Aí eu parei de escrever. E levou tempo, um bom tempo (aproximadamente 4 anos, eu acho) pra eu achar outra voz, pra eu mudar de personagem. Não vou discorrer sobre meu eu lírico anterior, mas esse de agora é o tipo de menina super legal que sabe de todas as bandas novas, das marcas novas, das roupas legais que sobe e desce a Augusta e corta o cabelo por lá, mas no fundo não tem um real na carteira.

Quer dizer, isso é metáfora, normalmente eu tenho alguns reais na carteira (normalmente não é sempre, aposto que sou persona non grata no sindicato de taxistas de São Paulo). Enfim, Scott Pilgrim c’est moi.

E esse eu lírico novo tem coisas a dizer, coisas sobre como veterinárias deveriam te dizer pra fazer teste de leucemia na sua gata de rabo torto e te poupar da morte dramática dela até gente que fica xingando a novela no twitter pra logo depois narrar o Big Brother. Além de toda uma perspectiva sobre “eu não sou tão legal quanto pareço”. E como esse blog nunca se propôs a ser nada além da minha coletânea (inclusive os posts que eu mais gosto de fazer são o com coisas aleatórias que eu vi na internet) eu vou começar a escrever mais por aqui.

Começando hoje.

Coletânea

Pausa no Fashion Rio que tá sem graça pra falar do que eu vi de legal pela internet, yey! (curtinho, porque eu ainda to voltando devagar pra vida social e internética)

Fotos incríveis de Nova York depois da nevasca. São do Hither and Thither, mas eu vi no A Cup of Jo

Espécie de nó no cabelo que eu quero tentar assim que meu cabelo crescer! Do Fashionising, mas eu também vi no A Cup of Jo

Retrospectiva linda da carreira da Anna Karina no Style.com

Vanessa Paradis cantando Week-end à Rome com o Nouvelle Vague!! No blog da Lancôme

Anna Karinna

O dia está feio, eu tenho um monte de textos sobre Ciências da Religião pra ler e até queria postar sobre a maquiagem das vilãs da disney da M.A.C, mas a luz da minha sala queimou e a de fora não está colaborando. Então, pra melhorar a vida vai ser Anna Karina day por aqui. Fotos de “Uma mulher é uma mulher” e se você nunca viu Godard vá ver esse filme agora!

(a gente tem que honrar o nome do blog de vez em qando né)

Observação pertinente: quase todos os filmes coloridos dele tem os figurinos dela em azul, vermelho e branco. É uma descontrução da imagem da Marianne, a representação feminina de república francesa e a crítica do Godard ao nacionalismo francês. (Crítica porque as personagens da Anna Karina nunca são, digamos assim, respeitáveis)