Eu gosto de pessoas, mas eu gosto mais de livros

Eu gosto muito de ficar sozinha. Acho que já comecei mas de uma postagem assim, mas é verdade. Mais do que ficar sozinha, eu gosto de ficar quieta em casa, gosto de ler, de ver filmes, de cozinhar para mim mesma, brincar com meus gatos, beber chá, por os feeds em dia.

Eu gosto de domingos por isso, são dias que eu em geral acordo tarde, talvez com uma leve ressaca, e me planejo para ficar no sofá, sozinha, o dia todo. Mas de vez em quando alguém me chama para sair.

O problema dessa coisa de gostar muito de ficar em casa fazendo as coisas que se faz quando está em casa é que eu me sinto culpada quando ganho uma opção. É como se houvesse um manual de regras do universo e nele está dizendo que sair de casa é sempre melhor que ficar, beber cerveja no bar é sempre melhor que vinho sozinha em casa, conversar é sempre melhor que ler.

Mas não é.

Não entendam mal, eu socializo. Eu aceito uns 90% dos convites para tomar cerveja que me fazem. Eu inclusive convido pessoas para ir ao bar. Eu saio quase todas as sextas e sábados, eu amo voltar para casa quando já é dia claro. Mas eu também gosto muito de ficar sozinha.

Eu amo ler. Eu não leio para matar o tédio, porque não tenho nada melhor pra fazer, etc. Não preciso nem falar sobre filmes. É véspera de Mostra e eu estou feliz da vida que nas próximas duas semanas tudo que vou fazer é entrar e sair de salas de cinema. Inclusive sozinha, gosto muito de ir ao cinema sozinha.

São coisas que eu gosto. Coisas que eu gosto tanto quanto sair, dançar, conversar com as pessoas. Mas experimenta dizer “não vou porque quero ficar em casa lendo”. Eu faço isso várias vezes e nunca, nunca, juro que nunca, alguém aceitou a resposta e me deixou em paz. E não falo das vezes que é pura preguiça e inércia e que depois vou me arrepender de ter ficado em casa. É das vezes que a felicidade que vou ter ficando em casa é tanta, ou mais, quanto saindo.

Me lembro daquele episódio de Gilmore Girls em que a Rory é forçada a interagir porque passa os almoços lendo e ouvindo música. Eu sou um tanto Rory Gilmore. Quando ela diz que sim tem uma melhor amiga, namora, interage com as pessoas e é perfeitamente normal, só gosta muito de ler e ouvir música, eu me identifico totalmente. Aquele monólogo da Rory sou eu de corpo e alma. Eu gosto de pessoas, mas gosto muito de livros.

Eu tenho essa coisa de querer fazer de tudo. De ser aflita com o tempo que passa e a sensação de que posso olhar pra trás e achar que não vivi, que perdi meu tempo. É isso que me dá culpa cada vez que eu recebo um convite, mas decido ficar em casa. Como se a vida de verdade estivesse acontecendo lá fora, como se eu fosse viver de verdade se sair da minha casa, for até o bar e beber cerveja com as pessoas.

Mas isso não é verdade.

O que eu sinto ficando em casa e fazendo o que quero fazer, o quanto eu gosto da minha própria companhia, acaba sendo um tempo mais bem gasto muitas vezes. O tempo fora de casa às vezes é mais vazio que o tempo gasto dentro. Eu sei disso, mas teimo em achar que não sei.

tumblr_mn7yvktDDE1sqjnduo1_500

Anúncios

2 comentários

  1. Por falta de convites para sair, acabo sempre ficando em casa lendo. Às vezes até bate uma depressão do tipo “meus amigos em sp devem estar se divertindo em algum bar agora, e eu aqui…”, o que é normal. Mas, nas poucas vezes que saio, acaba passando em algum momento pela minha cabeça se não teria sido melhor ter ficado em casa mesmo. Que não seria tão ruim tomar um vinho sozinha (AGORA VOCÊ PODE BEBER COM O SEU GATO) enquanto leio ou assisto algo. Parece que quando respondo “dormi e li” quando me perguntam o que fiz no fim de semana, a maioria faz uma cara choca de “ah, legal”, mas poxa, são as coisas que mais gosto de fazer!

    Isa, vou te nomear porta-voz dos meus sentimentos, noias e reflexões daqui em diante, porque olha, sempre é isso.

  2. Me sinto exatamente assim! Estive procurando na net por pessoas que gostam de ficar em casa pq sempre me falam que isso não é vida, mas eu adoro! Sou normal, estudo, trabalho, e tenho amigos, mas prefiro mil vezes a minha própria companhia. Amo a minha casa, meu gato e meus livros. Adoro tempo frio e chuvoso pq sei que poderei ficar embaixo do cobertor com um bom livro. Isso é crime? rs Adorei seu texto, me identifiquei completamente!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s