Full is not as heavy as empty

Eu tenho ouvido de muita gente que eu deveria escrever alguma coisa. Ele, que me conhece há anos e nesses anos todos eu sempre fui a menina que queria escrever, me diz que o mundo precisa ouvir o que eu tenho a dizer. Eu duvido. Ela, que é amiga das palestras motivacionais e dos dias melhores, diz que se eu acho que algo está errado com como tudo é feito eu deveria ir e fazer como eu acredito. Eu concordo com ela, mas duvido que eu consiga.

Mas outro dia eu dirigia de noite e me peguei repetindo pra mim mesma, várias e várias vezes “I feel very still and very empty, the way the eye of a tornado must feel, moving dully along in the middle of the surrounding hullabaloo”. É o início de A Redoma de Vidro. Eu sei todo o primeiro parágrafo de A Redoma de Vidro de cor e as vezes ele volta pra me assombrar.

As últimas semanas doeram muito, quando passou eu fiquei vazia. Eu fiquei vazia, sentada no chão da sala cercada por livros de cinema, minutando um dos meus filmes favoritos, desesperada com prazos e burocracias e sem sentir absolutamente nada. Eu estudo personagens mortos em vida, eu estudo a dor e a angústia de um universo que não te responde, que não te dá sentido algum e eu estudo o como cabe ver esse sentido em leite e morangos ao por do sol.

Eu segurei o choro quando ouvi que o mundo precisa ouvir o que eu tenho a dizer. Eu chorei quando contava o quão vazia eu me sentia para alguém que não poderia me ver ou ouvir chorando. E eu cansei.

Sinceramente o mundo não precia ouvir o que eu tenho a dizer, mas eu preciso dizer.

Anúncios

1 comentário

  1. Pode até ser que o mundo inteiro não precise ouvir o que você tem a dizer, mas eu, esse pontinhozinho de mundo, preciso ou, pelo menos, quero.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s