They say you have true grit…

Eu gosto muito dos irmãos Coen, gosto da ironia deles e principalmente de uma certa anarquia que existe nos filmes deles. Não é exatamente uma anarquia narrativa, é só uma irreverência, uma tendência a fazer humor com aquilo que não se costuma fazer, como em Ei meu irmão, cade você? e (lógico!) Queime Depois de Ler.  Aí que de vez em quando eles fazem filmes sérios, como Onde os Fracos Não Tem Vez e esse Bravura Indômita, mas nem por isso eles são menos irônicos.

Bravura Indômita é um western muito bem feito, mas tão bem feito e tão anacrônico que é irônico. Sim, porque não se fazem mais westerns, mas porque ele é tão obsessivo em ser um western em cada mínimo detalhe uma cópia tão perfeita, vamos lá, um pastiche, que é um western pós-moderno. Todo meu amor pra vocês Joel e Ethan.

Mas além de ser um western pós-moderno é um western dos irmãos Coen, essas criaturas céticas, cínicas e que adoram uma boa risada do tal sonho americano. Porque o filme até começa com aquela velha ideia de que um indivíduo pode seguir seu caminho, apesar das adversidades, mas logo, bem logo, se auto-sabota.  Os três personagens podem até domar o território selvagem e conseguir seus objetivos como verdadeiros heróis americanos, mas eles são desajustados: um Texas Ranger é algo de legalidade duvidosa, o policial é bêbado e velho e Mattie é estranha, esperta e termina uma solteirona (quer algo mais desajustado na época?), ou seja, o caminho para se chegar lá não é pelo trabalho, ética protestante, blablabla whiskas sachê, é por fora, pela margem. Coens 1 x América 0.

Além disso: eles capturam seu homem, voltam com vida, mas a que preço? são perdidos braços, honras e recompensas, no final fica a pergunta: valeu a pena? Essa pergunta John Wayne nunca se teria feito, o ímpeto do homem americano frente a natureza selvagem sempre tem um porque claro, estruturado. Não aqui, a sensação final do filme é que de fato essa vingança derrotou-os muito mais do que ao inimigo.

Além de tudo é claro, é uma história muito bem contada, bem filmada, bem narrada. Um western afinal das contas, mas um western dos irmãos Coen.

 

obs: aquela menina é MUITO boa! (e usa Prada)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s